Atualizado 05/03/2018

Acidentes de trabalho custaram R$ 26 bi à Previdência entre 2012 e 2017

Segundo dados do Ministério Público do Trabalho, apenas em 2018 o gasto chega a quase R$ 800 milhões com auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, pensão por morte e auxílio acidente.

Acidentes de trabalho custaram mais de R$ 26,235 bilhões à Previdência Social entre 2012 e 2017, segundo dados do Ministério Público Trabalho divulgados nesta segunda-feira (5). Só tem 2018, os gastos já somam quase R$ 800 milhões.

Esse valor foi gasto no pagamento de auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, pensão por morte e auxílio acidente.

Segundo dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, de 2012 a 2017 foram 3,879 milhões de notificações de acidente de trabalho. Em 2017, foram 574.053 notificações e, em 2018, já foram registradas mais de 100 mil notificações de acidente de trabalho.

 

Atividades com mais ocorrências

 

A atividade com mais notificações de acidentes de trabalho no período de 2012 a 2017, segundo informações do Ministério Público do Trabalho, foi a de atendimento médico hospitalar, com 10% do total de ocorrências.

 

  • Atendimento hospitalar: 10%
  • Administração pública: 3,5%
  • Correios: 2,5%
  • Construção: 2,4%
  • Transporte rodoviário de carga: 2,4%
  • Abate de aves, suínos e pequenos animais: 1,7%
  • Fabricação de açúcar: 1,7%
  • Cozinheiro: 1,6%
  • Coleta de resíduos: 1,2%

Fonte: G1.GLOBO
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções