Atualizado 12/04/2018

De olho em Lucca, Inter quer repetir ataque da Ponte Preta, vice do Paulistão 2017

Atacante, que pertence ao Corinthians, formou com Pottker o ataque sensação do Campeonato Paulista do ano passado, e ambos têm o mesmo agente

O Inter está de volta ao mercado. Não apenas por Zeca. Mas, principalmente, por um novo atacante. E Lucca, 28 anos, atualmente na reserva do Corinthians, é o alvo. Em 2017, Lucca foi emprestado à Ponte Preta e formou a dupla de ataque goleadora da equipe no Estadual, ao lado de William Pottker. Juntos, eles marcaram mais de 70% dos gols do time no Paulistão.

A intenção do Inter é reviver o setor ofensivo da Ponte de Gilson Kleina, vice-campeã paulista daquela temporada. Pottker marcou nove gols em 17 jogos, Lucca fez sete gols. Lucca atua pelo lado, mas também pode jogar centralizado, como o ex-companheiro Pottker. O clube gaúcho tenta o empréstimo do atacante até o final do ano, com os direitos fixados pelo Corinthians. 

Além disso, Pottker foi eleito o craque do Paulistão. Ambos são ligados ao empresário Fernando Garcia, proprietário da Elenko Sports, em que já colocou no Beira-Rio o lateral-direito Alemão e o volante Uendel.  

- O Lucca é um jogador interessante, que tivemos interesse em outras oportunidades e não foi possível trazer. Neste momento ele faz parte da equipe campeã paulista, participou do jogo final, bateu pênalti. Não posso falar mais do que isso. É um jogador interessante, sempre nos interessou, desde 2013. Vamos ver. Se houver a possibilidade, pode ser que trabalhemos e concretizemos algo com ele, sim. Mas este momento ainda está distante - confirmou o vice de futebol do Inter, Roberto Melo, ao ser questionado sobre o jogador na entrevista coletiva, após o duro 2 a 1 do Inter sobre o Vitória.

O interesse colorado por Lucca tem a ver diretamente com a falta de resposta de Roger. O atacante tem 13 jogos e apenas dois gols pelo Inter (ambos marcados sobre o Avenida), e não demonstra evolução nos jogos. Com o retorno de William Pottker, passará a ser reserva. Quando Damião também voltar a jogar, será a segunda opção no banco de reservas. 

Após uma boa temporada de 2017 na Ponte, com 24 gols em 61 partidas, Lucca virou moeda de troca para o Corinthians. O clube chegou a recusar, no ano passado, uma oferta de 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões) do Nantes, da França. Lucca voltou ao Corinthians após a saída de Jô. Mas tem sido reserva de Carille. Na atual temporada, ele tem nove jogos e ainda não marcou gol pelo Corinthians. Como o clube está na Libertadores, e ainda não estreou na Copa do Brasil, Lucca pode disputar o torneio pelo Inter, caso o clube ainda esteja na disputa, e se a contratação for concretizada. 

Lucca começou a carreira na base do Criciúma, passou por Chapecoense, Cruzeiro, até se firmar no Criciúma de 2015, quando o Corinthians o comprou por cerca de R$ 3,5 milhões. Em 2016, no Corinthians, marcou apenas nove gols em 46 partidas. No ano seguinte, despontou emprestado à Ponte, retornando para a reserva do Corinthians. 

Uma curiosidade. Fechando com Lucca, ele será o oitavo jogador do atual elenco colorado a ter passado por Chapecoense ou Ponte Preta (ou pelos dois clubes, no caso de Roger e também de Lucca). Os outros são Fabiano, Camilo, Rossi mais o afastado Seijas (Chapecoense), William Pottker, Marcelo Lomba, Uendel, além do afastado Fernando Bob (Ponte Preta).

Fonte: GAÚCHA ZH
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções