Atualizado 16/03/2018

Maiara, gêmea de Maraisa, exibe nova silhueta após bariátrica: 'Já foram 20 kg'

Maiara, irmã gêmea de Maraísa, está exibindo uma silhueta mais fina após se submeter a uma cirurgia bariátrica. O procedimento foi adotado pela sertaneja por conta de problemas no joelho. Na madrugada desta quinta-feira (15), a cantora vibrou ao compartilhar com seus fãs o antes e depois do seu visual. "Já foram 20 quilos... Agora só faltam mais 20 quilos... (risos)", legendou a intérprete de "Medo Bobo". "Mas vamos com fé que a gente chega lá!", acrescentou. Operada no fim de novembro, Maiara usou o emocticon de um coração e a hashtag "Vida saudável".

 

Fãs aprovam nova silhueta da cantora

 

Os seguidores da sertaneja vítima de atropelamento no fim de 2017 elogiaram a artista pelo novo visual. "Está ficando mais linda", disse um. "Supersaudável", acrescentou um segundo. "Maravilhosa", completou um terceiro. Outra fã da irmã de Maraísa também parabenizou a cantora, mas ressaltou que aprovava também a silhueta antiga. "Meu amor, com 20 quilos a mais ou a menos você é linda de qualquer jeito. Porque seu corpo não define a grande mulher que você é", elogiou.

 

Maiara quer ter filhos gêmeos

 

A sertaneja contou que quer seguir os passos da mãe e também ter mais de um filho de uma única vez. "Só é difícil ser gêmea quando o povo começa a comparar uma à outra. Eu quero ter filhos gêmeos, de tão bom que é. Com certeza, a minha vida ia ser muito mais difícil se minha irmã não existisse", afirmou Maiara, acrescentando que tem um medo: "Não me casar!".

 

Cantora ficou traumatizada com traição aos 15 anos

 

Em participação no "Mais Você", Maiara recordou ter ficado abalada quando foi traída na adolescência por um namorado. "Já fui traída demais. Qual mulher que nunca foi traída? Eu, com 15 anos, descobri que meu namorado estava na praia e tinha ficado com umas três meninas em uma noite. Nunca mais eu esqueci disso. Acho que foi daí que vieram as mágoas", lembrou. E disse que usa suas experiências pessoais na hora de compor. "O bom mesmo é sofrer porque a gente consegue fazer as modas. A sensibilidade aumenta. Parece que o artista precisa disso para produzir", disse ela, que levou um tombo durante show em Santa Catarina.

(Por Guilherme Guidorizzi)

Fonte: MSN.COM
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções