Atualizado 14/06/2018

Operação policial ataca patrimônio de bicheiro avaliado em mais de R$ 3 milhões

Mandados judiciais contra 13 investigados ão cumpridos em Santo Ângelo, Cruz Alta, Cerro Largo, Entre-Ijuís e Caibaté

Mais de 50 policiais civis cumpriram, na manhã desta quinta-feira (14), 17 mandados de busca e apreensão contra organização criminosa de bicheiro na região das Missões. O objetivo foi combater as finanças e a lavagem de dinheiro vinculadas à exploração de jogos de azar. O investigado teve a apreensão de mais de R$ 3 milhões em bens e valores. 

O delegado Marcus Viafore, responsável pela Operação Bancarrota, da 13ª Delegacia Regional de Santo Ângelo, diz que o trabalho é fruto de uma investigação da força-tarefa de combate aos jogos de azar. Foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão nas cidades de Santo Ângelo, Cruz Alta, Cerro Largo, Entre-Ijuís e Caibaté. Ao todo, 28 veículos e seis imóveis são alvos de sequestros judiciais.

Viafore ainda apurou que o alvo principal é dono de uma banca de jogo do bicho em Santo Ângelo. Ele é suspeito de lavar dinheiro através de estabelecimentos comerciais que vendem bebidas, cigarros e chips de celulares, além da aquisição de veículos e imóveis. Estes últimos eram colocados em nome de terceiros. 

O mesmo tipo de deito era realizada por mais 15 pessoas, entre elas, um gerente do jogo do bicho, apontadores e laranjas. Três empresas também são alvo da investigação. Viafore não divulgou os nomes dos investigados, que respondem em liberdade, e das empresas porque a investigação continua. Após a conclusão do inquérito, todas essas informações serão divulgadas. 

Fonte: GAÚCHA ZH
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções