Atualizado 09/01/2018

Samsung anuncia The Wall, primeira TV modular com até 146 polegadas

The Wall usa tecnologia de MicroLED e poderá chegar ao consumidor neste semestre.

Samsung apresentou durante a CES 2018 a The Wall, primeira televisão modular do mundo, um conceito que pode permitir telas de até 146 polegadas dentro de casa. Além disso, a fabricante revelou uma inteligência artificial capaz de converter conteúdos para telas 8K e uma lousa inteligente, criada para ambientes corporativos com o objetivo de facilitar a colaboração de equipes em projetos.

A seguir, você fica por dentro das novidades da Samsung para televisores, tecnologias de displays e as aplicações de inteligência artificial nas primeiras TVs OLED 8K da marca.

LG aposta em inteligência artificial ThinQ e casa conectada na CES 2018

Com o nome The Wall (“A Parede”, em português), a Samsung batizou um conceito interessante de um televisor com recursos modulares e que pode chegar a 146 polegadas. A novidade utiliza tecnologia de MicroLEDs, que não precisam da iluminação associada aos LEDs convencionais. Essa característica torna esse tipo de LED similar ao OLED, mas sem as desvantagens do alto custo e da complexidade de fabricação.

A TV pode ter suas dimensões definidas de acordo com as necessidades do consumidor, mas a Samsung não detalhou exatamente como isso vai funcionar na prática. Ainda não se sabe se o consumidor poderá comprar painéis independentes e montar sua TV modular de acordo com o bolso e a necessidade.

A marca se limita a dizer que o consumidor poderá usar a “tela modular para criar um display do tamanho de uma parede ou, simplesmente, aumentar o tamanho de sua TV para aproveitar melhor um novo espaço em casa”.

A ideia curiosa é demonstrada na CES 2018 como um conceito, mas a fabricante fala em lançamento comercial do produto já no primeiro semestre desse ano.

 

A aposta nos MicroLEDs

 

À esquerda, display com LEDs e à direita, tela com MicroLEDs (Foto: Divulgação/Samsung)

À esquerda, display com LEDs e à direita, tela com MicroLEDs (Foto: Divulgação/Samsung)

À esquerda, display com LEDs e à direita, tela com MicroLEDs (Foto: Divulgação/Samsung)

A tecnologia por trás da The Wall, e que pode despontar em outros produtos da marca, é chamada de MicroLEDs. A novidade se diferencia dos LEDs tradicionais por não necessitar do backlight, aquela luz branca presente em qualquer tela LED em notebooks, monitores e televisores. Isso permite que um display MircoLED seja mais econômico e tenha contraste mais intenso, já que, sem o backlight, as cores não acabam ofuscadas e os tons escuros ficam ressaltados.

O MicroLED, como é possível ver na comparação da imagem acima, tem dimensões físicas muito menores. Isso permite que mais pixels sejam concentrados numa mesma área, oferecendo maior qualidade de imagem e resolução se empregasse os LEDs tradicionais (à esquerda na comparação).

 

Inteligência artificial para transformar tudo em 8K

 

Samsung promete usar inteligência artificial para levar vídeos de resoluções inferiores ao 8K sem perda de qualidade (Foto: Divulgação/Samsung)

Samsung promete usar inteligência artificial para levar vídeos de resoluções inferiores ao 8K sem perda de qualidade (Foto: Divulgação/Samsung)

Samsung promete usar inteligência artificial para levar vídeos de resoluções inferiores ao 8K sem perda de qualidade (Foto: Divulgação/Samsung)

A ideia de exibir conteúdo de resolução inferior numa resolução muito mais alta tende a ser ruim, já que o vídeo perde nitidez e os detalhes somem em função do método de upscalling usado: aumentar o tamanho dos pixels para preencher a tela. Para um teste real, basta escolher um vídeo qualquer do YouTube e tentar assisti-lo em 144p com tela cheia.

Por conta disso, a Samsung promete usar inteligência artificial para que seus televisores 8K sejam capazes de reduzir os problemas na hora de fazer upsacalling de um vídeo de baixa resolução. A série de TVs OLED 8K da marca terá um componente de inteligência artificial que analisará o conteúdo, aplicando aprendizado de máquina e inteligência artificial na busca do melhor efeito possível.

O filtro vai operar em três frentes: recriando detalhes do vídeo original em alta resolução, eliminando ruídos na imagem que possam surgir no upscalling e restaurando os limites de cada elemento no quadro do vídeo. Assim, a tecnologia deve garantir a manutenção da nitidez entre os objetos e panoramas mostrados em cada cena.

Se a novidade se mostrar realmente viável e eficiente, a Samsung pode sair na frente ao garantir que os usuários que adquirirem televisores 8K terão o que assistir na tela de altíssima resolução.

 

Samsung Flip: a lousa smart

 

Samsung Flip: lousa inteligente pode ser usada na vertical ou horizontal (Foto: Divulgação/Samsung)

Samsung Flip: lousa inteligente pode ser usada na vertical ou horizontal (Foto: Divulgação/Samsung)

Samsung Flip: lousa inteligente pode ser usada na vertical ou horizontal (Foto: Divulgação/Samsung)

Assim como a The Wall, o Samsung Flip é um produto que emprega um conceito interessante de conectar a tradicional lousa branca de escritórios, escolas e universidades. Com uma tela de 55 polegadas e resolução 4K, a Flip possui conectividade, apps e pode ser movida facilmente por conta da base com rodinhas, além de operar na horizontal e na vertical.

O dispositivo, que é direcionado para o uso em ambiente corporativo, terá suporte a softwares para que equipes compartilhem informações e trabalhem em conjunto a partir da tela.

Samsung projeta uso da Flip em escritórios e empresas. Preço não foi divulgado (Foto: Divulgação/Samsung)

Samsung projeta uso da Flip em escritórios e empresas. Preço não foi divulgado (Foto: Divulgação/Samsung)

Samsung projeta uso da Flip em escritórios e empresas. Preço não foi divulgado (Foto: Divulgação/Samsung)

Além disso, a Flip permite realizar anotações e exibir fotos e vídeos. O aparelho também pode funcionar em conjunto com computadores e smartphones para que conteúdos disponíveis nesses dispositivos sejam compartilhados com a lousa. Segundo a Samsung, até quatro pessoas podem escrever e desenhar simultaneamente na tela, seja usando os dedos ou uma caneta stylus.

De acordo com a fabricante, a lousa estará disponível para empresas já neste mês, embora preços não tenham sido divulgados.

Via Samsung

© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções