Atualizado 13/04/2018

Turma de Biologia da UFPel homenageia cachorro no quadro de formatura

Orelha, o mascote do grupo, foi o grande companheiro dos alunos durante os cinco anos de graduação

Durante cinco anos, os formandos da turma 2017/2 do curso de Biologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) tiveram um amigo fiel.  Orelha, o cachorrinho mascote da turma,  recebia os alunos todos os dias, os acompanhava até a sala de aula e depois esperava  na porta para os levar na parada de ônibus. Essa amizade foi tão verdadeira que quebrou protocolos: Orelha foi um dos homenageados no quadro de formatura.

A  oradora da turma, Yasmin Mello, disse que a homenagem começou como uma brincadeira. A turma criou uma faixa de "animal homenageado" para a festa que normalmente ocorre com os professores, mas depois os alunos amadureceram a ideia:

—  Eu e uma colega, Elisa Aires, corremos atrás da documentação pra conseguir fazer com que ele entrasse no quadro como homenageado.No início, as pessoas acharam que era piada e só acreditaram mesmo quando viram a homenagem pronta.

 

Yasmin Mello / Divulgação Yasmin Mello / Divulgação

O professor Althen Teixeira, diretor do Instituto de Biologia da UFPel, teve de assinar um documento liberando a colocação do Orelha no quadro. Segundo a aluna, ele deu apoio para que a turma seguisse com a homenagem, pois a identificação deles com o animal era notável.

— O orelha pode não entender muito o que significa ele estar lá, mas nós acreditamos que ele é um ser pensante, com sentimentos. Ele sabe que no nosso carinho por ele é enorme, assim como sabemos que o dele por nós também é — conta Yasmin.

O mascote da turma não foi só homenageado no quadro. Ele também fez parte do discurso de Yasmin que, mesmo sem a presença do amigo na plateia, dirigiu as palavras a ele, agradecendo o apoio durante os cinco anos juntos. 

— Nenhum de nós gosta de estar só e graças a ti isso sempre foi raro no nosso cotidiano. Sempre dizem que os animais amam imediatamente e são gratos eternamente, hoje somos nós que lhe juramos amor eterno e gratidão por todo o carinho que tu demonstrou a nós — disse a formanda no discurso. 

 

Yasmin Mello / Divulgação Yasmin Mello / Divulgação

O amigo da turma já morava no campus e era cuidado por todos que por ali passaram. Agora, a turma que homenageou Orelha não estará mais lá, mas isso não preocupa  os alunos. 

— Muitas pessoas perguntam se vamos adotar ele, mas ele já foi adotado. Por todos! Ele não era só cuidado por nós, todos sempre cuidaram dele, os que vieram antes de nós e os que vieram depois. Ele é o cachorrinho da Biologia. Nós que nos formamos sentiremos falta dele, mas, quando a saudade bater forte, a gente sabe onde é a casa dele para levar biscoito de goiabada que é o preferido dele.

Fonte: GAÚCHA ZH
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções