Atualizado 19/07/2018

Anderson Silva diz que luta com St-Pierre ainda é possível

Brasileiro e canadense foram campeões longevos no Ultimate

Depois de saber que estará liberado para lutar novamente em outubro, Anderson Silva já pensa em seu futuro no UFC. Assim que terminar de cumprir a suspensão de um ano por doping, o ex-campeão dos médios pode até mesmo finalmente fazer a luta com Georges St-Pierre — que foi especulada por muito tempo enquanto os dois eram campeões no Ultimate.

— Tudo é possível no UFC, cara. É uma empresa muito eclética, com uma visão ampla do esporte. Eles estão passando por um novo momento, um momento de entretenimento, então qualquer coisa pode acontecer — disse o Spider, em entrevista ao site MMA Fighting.

Quando Anderson Silva era campeão dos médios e Georges St-Pierre detinha o cinturão dos meio-médios — eles foram campeões simultâneos entre 2007 e 2013 —, especulou-se por um longo tempo uma superluta. Contudo, o canadense optou por nunca subir de categoria.

Quando o título estava com Michael Bisping, St-Pierre retomou a carreira e venceu o inglês para conquistar o cinturão até 84 quilos. Mas Anderson Silva preferiu não criticar o canadense pela decisão.

— As decisões têm que ser feitas no momento em que têm que ser feitas. Eu acho que ele teve uma boa estratégia, fez uma boa luta com o Bisping. São dois ótimos lutadores. Se nós não lutarmos, é porque realmente não deveria ter acontecido — completou.

Anderson Silva não luta desde fevereiro de 2017, quando venceu Derek Brunson por decisão unânime. St-Pierre fez sua luta com Bisping em novembro passado. Em seguida, largou o cinturão dos médios e sofreu com um problema de saúde decorrente do ganho de peso para subir de categoria.

Fonte: GAÚCHA ZH
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções