Atualizado 21/05/2019

Compadre Washington segue internado em quarto do HC de SP

Compadre Washington, cantor do É o Tchan, seguia internado na manhã desta terça-feira (21) em um quarto do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Segundo a assessoria do centro médico, o estado de saúde dele é estável.

O cantor foi agredido após assalto na Rua Consolação, região central de São Paulo, na noite de domingo (19), após show na Virada Cultural.

agressão foi registrada por câmeras de segurança. No vídeo (veja acima), o vocalista do grupo de axé aparece saindo de uma lanchonete acompanhado de duas pessoas quando um assaltante contorna uma banca de jornais. Mais criminosos aparecem para cercar as vítimas e um casal bloqueia a frente.

Na discussão, Compadre Washington leva um soco e um pontapé, cai com o rosto no chão e bate a cabeça. O ladrão que usa uma mochila nas costas fugiu com o celular dele. Os outros correram em seguida.

De acordo com Milton Menezes, empresário da banda, Washington está bem. “Foram feitos alguns exames e não foi diagnosticado nada com relação a nenhuma gravidade no cérebro”, disse. “Só foi um corte mesmo na cabeça. Ele falou comigo para tranquilizar todos os fãs, familiares dele, também, os amigos, que Compadre Washington está bem, graças a Deus.”

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o caso foi registrado no 78º Distrito Policial (DP), nos Jardins.

Em nota, a assessoria do cantor afirmou que, após a apresentação, ele esteve em uma lanchonete e foi assaltado na Rua da Consolação. "A produção da banda informou que o músico teve o seu aparelho de telefone roubado e sofreu uma queda que ocasionou um ferimento na cabeça, sendo prontamente encaminhado para uma unidade de saúde."

Compadre Washington participou da Virada Cultural, neste domingo (19), no Centro da capital paulista. O É o Tchan celebrou hits dos anos 90.

 

Detidos na Virada Cultural

 

A Prefeitura informou que mais de 11 mil policiais militares e 2.500 guardas-civis metropolitanos atuaram na segurança do evento que o É o Tchan participou. A Polícia Militar disse que abordou mais de três mil pessoas e deteve 43.

Fonte: G1.GLOBO
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções