Atualizado 08/02/2019

Soja apresenta bom desenvolvimento no RS

Segundo levantamento da EMATER maioria das lavouras está em estágio de enchimento de grãos

A cultura da soja no Rio Grande do Sul apresenta-se em estádio reprodutivo, com metade das lavouras (52%) em enchimento de grãos e 37% em floração. 

As lavouras apresentam bom desenvolvimento, com exceção das áreas que foram alagadas em janeiro. Segue tratamento com fungicidas nas lavouras de todo Estado. 

Nas regiões Celeiro, Alto Jacuí e Noroeste Colonial, as aplicações de fungicidas nos horários de maior calor provocaram fitotoxicidade em algumas folhas, mas isso não comprometeu as plantas. Com clima seco, houve aumento da incidência de pragas, com destaque para trips, mosca branca e lagartas. 

Já nos Campos de Cima da Serra, houve incidência de mofo branco (Sclerotinia sclerotiorum). A redução das precipitações e as temperaturas elevadas fizeram com que no CentroNorte do Estado, em algumas áreas, ocorresse leve sintoma de estresse hídrico nas horas mais quentes do dia. Em solos rasos e/ou mais adensados, os sintomas foram mais intensos. 

Nas regiões da Fronteira Noroeste e Missões, o clima nessa safra tem colaborado para o desenvolvimento de ervas daninhas resistentes ao glifosato, e muitas lavouras vêm apresentando infestação de buva. 

Em relação ao segundo plantio da soja, nas lavouras implantadas sobre a resteva do milho durante a semana anterior, já é possível observar a emergência das plântulas e a formação de estande satisfatório nas lavouras implantadas mais precocemente.

 

Fonte: EMATER

Foto: Guia Crissiumal 

Fonte: GUIA CRISSIUMAL
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções