Atualizado 07/12/2018

‘Trato animais como animais’, diz Eduardo Costa sobre comoção com morte de cachorro no Carrefour

 

 

 

Eduardo Costa foi um dos artistas que se posicionaram sobre o caso do cachorro que foi assassinado com uma barra de ferro no estacionamento de uma unidade do Carrefour, em Osasco, na Grande São Paulo. Mas a manifestação foi prontamente criticadas por seguidores do cantor.

O sertanejo comparou o episódio com a morte de uma senhora de 106 anos a pauladas, no interior do Maranhão.

“Não estou aqui defendendo quem matou o cachorro. Ambos são crimes inadmissíveis, covardes e os autores deveriam ser exemplarmente punidos no rigor da lei. Mas não há como negar que há algo errado em uma sociedade que se indigna mais com um crime contra o animal do que o cometido contra um ser humano”, enfatizou.

Em novembro, a idosa Antônia Conceição da Silva foi assassinada dentro de casa, no município de Feira Nova do Maranhão, a 803 km de São Luís.

Eduardo Costa garantiu que gosta de animais, mas considera: “Eu amo os animais sem exceção, mas sempre os trato como animais”. Antes, o sertanejo também comparou o número de agressões contra cachorros e contra humanos. “Sessenta mil homicídios por ano no Brasil. E o Brasil? Que comece o ‘mi mi mi’”, escreveu.

Fonte: msn.com
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções